---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


POLÍCIA DE SALTINHO É A PRIMEIRA CIDADE DO INTERIOR A TER MONITORAMENTO LPR

Publicado em 10/09/2019 às 10:09 - Atualizado em 10/09/2019 às 10:15

POLÍCIA DE SALTINHO É A PRIMEIRA CIDADE DO INTERIOR A TER MONITORAMENTO LPR

 

Oficialmente inaugurado na noite da sexta-feira, 06 de setembro, o inédito sistema de monitoramento LPR é um sistema que permite a leitura de todas as placas dos veículos que passam pelas 13 câmeras instaladas em pontos estratégicos na cidade de Saltinho.

Saltinho é a segunda cidade do Estado a instalar o sistema, a primeira foi a capital Florianópolis, distante 700km de Saltinho.

Atualmente, os governos – das três esferas – precisam fazer as escolhas corretas para promover a melhoria da vida das pessoas, enquanto são desafiados pelo crescimento da demanda por serviços de qualidade e a falta de recursos financeiros para investimentos.

Com este dilema, uma das saídas possíveis é ganhar mais eficiência nos gastos públicos. Nessa busca, cresce o desenvolvimento de políticas públicas que usam as chamadas Tecnologias da Informação e estabelecem padrões que visam a construção de uma arquitetura na qual o acesso à informação pelos cidadãos é facilitado, e ainda, visam a melhoria dos serviços públicos. Desta forma, é possível avançarmos não somente na garantia de direitos, mas na efetividade de direitos.

O Município de Saltinho, com o objetivo de efetivar o direito à segurança, como previsto no art. 5º da CF/88 em colaboração com a Polícia Militar e a Polícia Civil, Saltinho investiu, como nunca antes na história do nosso município, R$ 183.500,00 em um sistema de monitoramento. Um investimento que vem gerando excelentes resultados não somente no combate ao crime, mas também trazendo mais segurança pra todos.

A tecnologia empregada neste sistema, faz de Saltinho, mais uma vez ser referência na atuação pública.

Dos 295 municípios catarinenses, apenas Saltinho e Florianópolis possuem um sistema o qual está interligado em tempo real com a secretaria de estado de segurança pública.

Um sistema composto por 13 câmeras sendo 7 fixas com leitor LPR, cuja função é o Reconhecimento de Placas de Veículos e mais 6 câmeras moveis speed dome sendo esta, uma tecnologia de ponta para segurança e vigilância. Possui um sistema de zoom potente, consegue se mexer em movimento panorâmico de 360 graus e pode ser controlada de maneira remota, por um joystick.

Aquisição do Software LPR que realiza a integração e leitura de placas junto à Secretaria de Estado da Segurança Pública de Santa Catarina

Mais 2 servidores; 7 televisores de 42 polegadas e ainda, mais um sistema de estabilidade e contra quedas de energia elétrica.

Tudo isso ligado e conectado à internet, monitorando, fiscalizando, protegendo a pessoa, o patrimônio privado, o público. Em uma jornada permanente 24 horas por dia e sete dias por semana. Na busca contínua por melhores serviços públicos.

Segundo o comandante do destacamento policial Luiz Fernando Seibel em menos de dois anos, com a ação de medidas preventivas os índices de criminalidade de Saltinho caíram mais de 80%, acredita-se que com o novo monitoramento a queda será ainda maior.

A cidade de Saltinho é cortada pela rodovia SC 160, sendo rota principal para países vizinhos como Paraguai e Argentina, onde os índices de contrabando, descaminho, tráfico de entorpecente e armas é bastante significativo.

Na demonstração que foi feita na noite de ontem, o sistema leva de 2 a 4 segundos para identificar a placa do veículo e emitir um alerta, se o veículo não tiver restrição o sinal é verde, se tiver com irregularidade é vermelho e se tiver registro de furto ou roubo o sinal é preto.

Na oportunidade, foi inaugurada a nova sede da Delegacia de Polícia de Fronteira de Saltinho, totalmente equipada e interligada com os Órgãos de Segurança Pública como são as demais delegacias do estado.

Presentes na solenidade o Prefeito Deonir Ferronato, vice prefeito, vereadores, líderes comunitários, Comandante do 2ª Cia. PM de Dionísio Cerqueira, Major Alciones Pulga, Policiais Militares lotados em Saltinho, delegado Carlos Augusto Morbini Diretor de Polícia de Fronteira, Wilherme Negrão, Delegado Regional, Adi José Sutilli, Escrivão de Polícia Civil e responsável pela DPMU e Policiais Civis da Comarca, além do público em geral.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar